Sinto tua falta

De ta do teu lado

Do toque

Do cheiro

Da voz

Do beijo

De olhar filme agarrado

De dormir contigo

Da nossa amizade

Da companhia

De conversar por horas a fio


Mas não te tenho mais…

E tento preencher meus dias…

Sorrio e brinco

Trabalho e atuo

Mas ainda penso em você

E finjo estar bem pros meus amigos

Mas só quero ir pra casa,

deitar,

voltar a olhar pela janela da caverninha

e dormir…

por horas e horas…

e pensar que ao acordar tudo fora sonho…

sonho que tu exista,

que te foi,

e já não és…


E nem posso te querer

Meu coração diz que sim

mas a razão diz que não

que não dariamos certo mesmo…

Então tento te esquecer

Mas muita coisa me faz lembrar você…


[31.03.2015]

Na janela do meu quarto

Fumo meus cigarros

Vejo a fumaça indo ao vento

Com ela minha esperança

Meus medos

E anseios


O tempo passa pela minha janela

A vida passa

O dia acaba

Os cigarros acabam

A cerveja acaba

As lágrimas molham o papel

Comigo está a solidão


[17.02.2015]

A procura de respostas

Tenho que ser forte e corajosa,

Tenho que conter as minhas lágrimas,

A minha revolta,

As minhas mágoas…


Me pergunto o porque de tudo isso?

Porque tem que ser assim?


Sinto o peso de tudo em meus ombros…

Estou cansada…

Queria explodir em lágrimas agora…

Mas não posso…

E aguento no osso do peito toda essa dor.


Todas as coisas tem seu tempo…

E as respostas para tudo isso ainda virão.


[17.02.2015]

Como meu dia é vazio sem você…

Mas o que vou fazer?!

As vezes sinto que vou morrer

Nos meus problemas,

Nos meus medos,

Nas minhas depres,

Na minha solidão,

Na minha caverna…


Mas por favor me entenda!

Certa vez eu arrisquei

E me entreguei,

Sem pensar,

Me deixei levar…

Acabei mal,

Triste e sozinha outra vez…


Você apareceu do nada

E aplacou um pouco

Toda essa minha dor…

Mas ainda sinto que há algo mal cicatrizado em mim,

Algo que me causa temor

De que me precipite

E a história se repita…


E assim sigo na solidão

Da minha caverninha escura…

[16.02.2015]

Queria estar contigo

E passarmos juntos

Uma tarde alegre de sol

Mas infelizmente

Sou mais complicada

Do que pareço ser

E mais dependente do que gostaria…


Não estou contigo

A tarde de sol passou

Você aí

E eu aqui

E minha tarde não foi tão alegre

Sem você


[15.02.2015]

O silêncio a minha volta

Faz a minha mente gritar

E tento expressar o que sinto

Em algumas linhas


Me sinto amarrada

Presa

Dependente


Vejo a minha vida passando

Pelas janelas do meu quarto

E nao sei o que fazer…


Penso que oportunidades não voltarão

Momentos não voltarão

Dias de sol e céu azul não voltarão

Pessoas não voltarão

E arrependimentos daquilo que não foi virão

Mas voltar já não será possivel…


Penso

Espero

Choro

Morro

A cada dia

Esperando poder viver…

[13.02.2015]

Voltei a velha caverna
Onde o silêncio grita
A loucura faz companhia
E a morte espreita

Na escuridão
Cervejas e cigarros
Ouço algumas vozes
dos amigos que tentam me animar
Mas em vão…

Presa nessa eterna valsa
Com os mesmos parceiros
A espera de um somente que me faz falta
Aquele que um dia ja me tirou dessa caverna

Não um príncipe num cavalo branco,
nem esperava tanto,
Apenas um certo plebeu na sua motocicleta cinza…

[12.02.2015]

O QUE ESTÁ ACONTECENDO?

O que está acontecendo?
Só queria entender…

Será mesmo que aparecemos um pro outro no momento certo?
Ou me usaste como ‘válvula de escape’ das tuas depressões?
Será que fui distração em meio ás lembranças da vida que tinhas?

Será que tens outra pessoa que preenche esses silêncios?
Ou talvez eu tenha feito ou dito algo que te chateou
Ou ainda, eu nao tenha feito algo que tinhas expectativa que eu fizesse…

Sei lá…
Muitas coisas pra pensar
Nenhuma resposta…
E preciso delas,
Inteiras, não pela metade.

O que está acontecendo?
Só queria entender
O que fazer…?

[12.02.2015]

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora